sexta-feira, 31 de outubro de 2014

BRASIL: CONHEÇA A ARTE DE RUA INCONFUNDÍVEL DO BRASILEIRO RAFAEL HIGHRAFF


Cores vibrantes e linhas orgânicas, que trazem referências principalmente da natureza, compõe o inconfundível trabalho de Rafael Highraff. O artista, que usa a cidade para se expressar, viu seu desenho mudar desde 1997, quando grafitou pela primeira vez, e hoje marca os muros com um estilo só seu.

Graduado em Design Gráfico, Rafael Highgraff traz em suas obras uma psicodelia regida, que mesmo em uma explosão de ideias e referências, mantém uma base de design, resultando em belas e inovadoras peças de arte.

A rua sempre acompanhou a metamorfose da arte de Highgraff, que deixou de lado os tradicionais personagens e letras para dar vez à geometria, ao abstrato e ao transcendental. Com 37 anos e paixão pelo desenho, o artista convida o espectador a reinterpretar seus próprios traços e conquista admiradores.

Seu trabalho já está nas paredes de residências, escritórios e em muros do Brasil e também da Holanda. Recentemente, Highgraf foi convidado pelo projeto R.U.A para criar um mural especial em um bairro menos favorecido da capital Amsterdã.

Confira alguns de seus trabalhos:

Mural feito para o projeto R.U.A, em Amsterdã 



Foto © Ron Beenen


Foto © Sérgio de Paula





Painéis para o Grab Suhi Spot


Mural para a Grab Sushi Spot


Painel cenográfico para comercial


Mural no escritório da AirBnB




Fotos © Rafael Highraff

Segue o link do Canal no YouTube e o Blog
Gostaria de adicionar uma sugestão, colabore com o NÃO QUESTIONE

Este Blog tem finalidade informativa. Sendo assim, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). As imagens contidas nesse blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato.

LIVRO REGISTRA AS AMIZADES INESPERADAS DOS ANIMAIS – UM DIA CONSEGUIREMOS FAZER IGUAL? - COM VÍDEO


O livro “Unlikely Friendships: 47 Remarkable Stories from the Animal Kingdom” (em português, “Amizades Improváveis: 47 Histórias Notáveis do Reino Animal”) é um livro de fotografias e histórias de animais que, sem nada em comum uns com os outros, criaram laços de amizade de forma inesperada.

Jennifer Holland é uma escritora sênior da revista National Geographic, especializada em ciência e história natural. Ela mora em Silver Spring com seu marido, dois cães e dezenas de cobras e lagartos. Nenhum deles, infelizmente, atravessou essa barreira da espécie para fazer amizades com o outro, mas com certeza seu livro já é motivo suficiente para nunca duvidar do poder da amizade.

Ao longo de anos de trabalho, Holland colecionou histórias sensacionais dessas amizades improváveis no, por vezes ainda desconhecido, mundo dos animais. Conheça algumas delas:

1. A Leoa e o bebê Oryx


Foi em Samburu, reserva nacional do Quênia, que ocorreu uma amizade que os locais chamam de mensagem de Deus. Este acontecimento notável foi a ligação pacífica que se formou entre um bebê antílope e uma leoa, a quem foi dado o nome de Kamunyak, ou “abençoada”.

As pessoas foram até à reserva, desejando ver o estranho par com seus próprios olhos, questionando quanto tempo o predador cuidaria de sua presa. A leoa, que não tinha filhotes, deixou seu orgulho e instintos naturais de lado e adotou o Oryx. Ela caminha com ele, dorme com ele e desenvolveu uma profunda intimidade social que desafia as leis da natureza.

2. A Gorila e a Gatinha


Você pode já ter ouvido falar de Koko, a primata de 104 kg que usou a língua de sinais para se comunicar com uma professora, Francine “Penny” Paterson, dizendo que, para seu aniversário, ela queria um gato. Francine não ficou surpresa, os dois livros que Koko mais amava eram ambos sobre gatos. Depois que um gatinho de pelúcia já não era o suficiente, então um real foi escolhido de uma ninhada abandonada e foi dado a Koko, que cuidou da gata até quando, infelizmente, ela escapou e foi tragicamente morta por um carro.

Koko ficou muito triste com o que aconteceu, mas seu humor melhorou quando foi apresentada a dois novos gatinhos que precisavam de um lar. As pessoas ficaram impressionadas com o instinto materno que se aflorou novamente em Koko. O ditado que diz que o tempo cura todas as feridas parece se aplicar também aos animais. Koko concedeu incrível afeição aos gatinhos, ambos tão pequenos que cabiam na palma de sua mão.

Veja um vídeo do incrível momento em que Koko ganha os dois novos filhotes de gato:

video

3. O Elefante africano e a Ovelha


Quando Themba, o elefante, perdeu a sua mãe com apenas 6 meses de idade, era esperado que uma reserva natural sul-africana viesse adotá-lo, mas isso não aconteceu. Na idade de Themba, a ligação entre mãe e filho foi uma perda muito crítica. Os funcionários do centro de reabilitação de animais selvagens de Shamwari, em Eastern Cape, pensaram em tentar replicar o que uma vez já havia dado certo, o sucesso de unir animais selvagens sem mãe com carneiros domésticos. Foi então que, de uma fazenda próxima, veio Albert.

Ovelhas têm uma notável inteligência emocional e podem reconhecer indivíduos e expressões. Estas qualidades deixaram o pessoal do centro de reabilitação esperançoso de que se formaria uma ligação entre Themba e Albert, já que elefantes são caracteristicamente sociáveis.

Embora tenha levado algum tempo, os dois animais cresceram e se tornaram inseparáveis, passando seus dias explorando o recinto por comida, dormindo juntos e brincando.

4. O Pit Bull, o Gato siamês e os Pintinhos

“Mãe” humana de Sharky, Helen Jürlau diz que ser pai foi o paraíso para esse pitbull, que sempre gostou de estar cercado por seus filhotes. O cão jovem não tem nenhum problema em expandir sua família, incluindo então um gato siamês, Max, e um grupo de pintinhos que são estranhamente apaixonados por ele. Jürlau suspeita que Sharky tem um instinto protetor em relação a criaturas menores do que ele. Ela adora vê-los esparramados no quintal ou imitando um ao outro, se posicionando da mesma forma, olhando o céu.


Abaixo, mais imagens das amizades improváveis:








Todas as fotos foram publicadas pelo livro “Unlikely Friendships: 47 Remarkable Stories from the Animal Kingdom”, que pode ser comprado aqui.

Segue o link do Canal no YouTube e o Blog
Gostaria de adicionar uma sugestão, colabore com o NÃO QUESTIONE

Este Blog tem finalidade informativa. Sendo assim, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). As imagens contidas nesse blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato.

NEM O FATO DE TER FICADO PARAPLÉGICA IMPEDIU ESTA ARTISTA DE CONTINUAR A PINTAR


Ao olhar para as pinturas de Mariam Paré, você pode se encantar à primeira vista. Mas depois de saber como elas são feitas, é impossível não ficar impressionado. A artista viu sua vida mudar em um único segundo quando, ao ser atingida por bala perdida, ficou paraplégica.

Os sonhos de ser pintora ficaram perdidos, mas só até ela descobrir que sua expressão na tela não precisava ser controlada exclusivamente pela mão, agora imóvel. Pode-se dizer que Mariam Paré pinta com a boca, mas a verdade é que sua arte vem do coração.

O incidente aconteceu em 1996, quando tinha 20 anos. Cheia de sonhos e aspirações com a arte, Mariam enfrentou longos meses de fisioterapia e precisou se adaptar a uma vida totalmente nova. Sem poder andar e sem ter o controle dos membros superiores, ela hoje se locomove com a ajuda de uma cadeira de rodas especial e usa a boca para controlar o pincel que dá vida à sua arte.

A lesão na coluna é permanente, bem como a paixão de Mariam pela pintura. Após enfrentar o desafio de reaprender a viver e a dominar os pincéis de uma forma totalmente nova, hoje, quase 20 anos depois, ela carrega consigo um bacharelado em artes, faz parte de uma associação mundial de pintores com a boca e cria peças incríveis, como as que você vê logo abaixo:














Todas as imagens © Mariam Paré

Segue o link do Canal no YouTube e o Blog
Gostaria de adicionar uma sugestão, colabore com o NÃO QUESTIONE

Este Blog tem finalidade informativa. Sendo assim, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). As imagens contidas nesse blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato.

AS TATUAGENS HIPERREALISTAS DA ARTISTA RUSSA VALENTINA RYABOVA


Quem tem o dom de tatuar, consegue ir além das expectativas em busca do melhor desenho possível e traço marcante. A russa Valentina Ryabova impressiona por conta de suas tatuagens hiperrealistas, que mais se parecem com pinturas na pele, registradas em fotografias.

Cenas comuns e inocentes do cotidiano, como um garoto carregando seu skate ou uma menina tomando um sorvete, são alguns de seus trabalhos, feitos com muita precisão e talento, o que torna a imagem menos banal por si só. As imagens são tão realistas, que você se esquece que é uma mera tattoo.

Em contrapartida, a artista também cria desenhos um tanto quanto sensuais, retratando mulheres atraentes ao estilo Lolita e, em algumas ocasiões, nuas. Personagens de filmes como “O Máscara” e Vinz, do clássico filme “O Ódio”, além do pintor surrealista Salvador Dalí, também figuram entre as suas tatuagens. Dá uma olhada:




















Você pode acompanhar o trabalho de Valentina no Instagram.

Todas as fotos © Valentina Ryabova

Segue o link do Canal no YouTube e o Blog
Gostaria de adicionar uma sugestão, colabore com o NÃO QUESTIONE

Este Blog tem finalidade informativa. Sendo assim, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). As imagens contidas nesse blog foram retiradas da Internet. Caso os autores ou detentores dos direitos das mesmas se sintam lesados, favor entrar em contato.